Coluna NUTRIÇÃO ESPORTIVA

Dicas de Nutrição Esportiva para atletas de Rugby em cadeira de rodas:

A nossa coluna sobre Nutrição Esportiva começa com dicas gerais de uma dieta balanceada e adequada para os atletas de rugby em cadeira de rodas!

Calorias: os jogadores de Rugby devem consumir uma dieta que contenha uma quantidade de calorias adequada que permita a manutenção do peso corporal e seja suficiente para atender a demanda de treinos e jogos. No caso do rugby adaptado como se trata de atletas tetraplégicos, essas necessidades devem ser ajustadas já que, se superestimadas, incrementarão um processo de sobrepeso nos atletas.

Carboidratos: o carboidrato é a fonte de energia mais importante na dieta de um jogador de Rugby e exerce papel fundamental na produção de energia durante o exercício e a fadiga muscular normalmente está associada à depleção desses estoques. O ideal é que se consumam alimentos de alto índice glicêmico, como suco de laranja, banana e mel para recuperação dos estoques de glicogênio muscular após treinos e jogos.

Proteína: durante o exercício as necessidades de proteína aumentam. Há efeitos benéficos da suplementação de aminoácidos para ganho de massa muscular já que a força muscular é importante para o desempenho do jogador de Rugby, já que este esporte requer tanto força quanto resistência.

Gorduras: juntamente com o carboidrato, a gordura é a principal fonte de energia durante o exercício. O objetivo da utilização de gordura durante o exercício é poupar o uso do carboidrato. O tipo de gordura consumida é importante, já que o consumo de gorduras monoinsaturadas como o azeite extravirgem, oleaginosas e semente de linhaça são antioxidantes e melhoram a recuperação pós exercício.

Vitaminas e Minerais: as vitaminas e minerais participam de várias reações bioquímicas fundamentais para a manutenção da saúde, sendo que a deficiência de um ou mais desses micronutrientes possa trazer algum prejuízo em relação ao desempenho de jogadores de Rugby. Deve-se enfatizar o consumo de alimentos ricos em potássio e magnésio como as frutas secas, oleaginosas, peixes e cereais, já que estes minerais atuam na regulação da contração muscular. O consumo de alimentos ricos em vitamina C como frutas cítricas também é importante pela sua função antioxidante.

Até a próxima!
Verônica Gonçalves
Nutricionista Clínica e Desportiva
CRN 971000590

SAIBA MAIS SOBRE A NOSSA NUTRICIONISTA, VISITANDO A COLUNA “NOSSA EQUIPE TÉCNICA”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: